Buscar
  • Aline Paranhos

O Ciclo Feminino e seus arquétipos

Ano Novo, ideias novas e um monte de coisa para trazer aqui para o blog!


Estas informações já passearam pelo meu Instagram, mas resolvi compilar aqui para vocês.


Vocês sabiam que as fases do nosso ciclo menstrual podem ser relacionadas a determinados arquétipos, que nos ajudam a ter maior percepção sobre a nossa natureza cíclica sagrada feminina, nos reconciliarmos com nosso ciclo e programarmos nossas atividades diárias de acordo com as características mais marcantes em cada ciclo? Pois é, nossos corpos são sábios.


Vou trazer cada um desses arquétipos ligados ao ciclo menstrual, que dura desde o primeiro dia do sangramento até a véspera do sangramento do período seguinte, e não só durante o sangramento, como muitas ainda pensam. É o que chamamos de Lua Interna. Um ciclo inteiro dura em média 28 dias, assim como um ciclo lunar completo, mas pode variar de mulher para mulher.


Quanto tempo dura cada arquétipo? Bom, não há uma conta exata, mas vamos imaginar que entre o primeiro dia de uma menstruação e o último dia antes da próxima menstruação você costuma levar 28 dias, assim, a duração do seu ciclo inteiro é de 28 dias. Como vamos dividir o ciclo em 4 fases, você pode considerar 28 / 4 = 7. Assim, cada uma das fases vai durar CERCA de 7 dias entre o início, ápice e término. Pode ser que você já tenha mais experiência com seu ciclo menstrual e perceba que algumas fases duram mais ou menos que outras, mas esta é uma boa régua para quem vai começar a observar.


Para as mulheres que não menstruam, quero dizer que vocês estão incluídas aqui! É possível fazer esta mesma observação, pautando-se nas fases da lua lá do céu. Ela é capaz de influenciar marés. Não seria diferente com nossos corpos.


O início do nosso ciclo é o primeiro dia da menstruação, ok? É onde se inicia nossa Lua Nova


Lua Nova – Menstruação – A feiticeira


Nosso período menstrual é nossa Lua Nova e é quando visitamos o arquétipo da Morte e Renascimento (eu gosto de chamar este arquétipo de Feiticeira).

É um momento para recolher-se. Não é por acaso que nossa força física diminui nesse período. Procure reduzir as atividades (dentro das suas possibilidades), silenciar, evitar estar muito ligada nas redes sociais, interagir o menos possível com pessoas de fora. Procure se nutrir de coisas positivas, evitando ler notícias ruins, ver filmes pesados etc. É um período ótimo para limpar o que for necessário do ciclo que se encerrou e firmar seus propósitos para semear o que você deseja para esse novo ciclo.

Olhe para o céu à noite! Conecte-se também com a lua. É bem provável que ela não esteja igualmente na fase nova sempre que você menstruar, mas com o tempo de observação desse movimento interno e externo você conseguirá sentir e diferenciar ambas as influências (que seguem basicamente o mesmo padrão).


Lua Crescente – período pós-menstrual, fase pré-ovulatória – A Donzela


Estamos vivendo o arquétipo da Donzela (ou Menina)! A pele fica mais bonita, nos sentimos mais jovens. Energia em alta, projetando-se para fora! Boa hora para interagir, fazer reuniões, exercícios etc. Grande capacidade de concentração e planejamento, mais clareza nos pensamentos, emoções mais estáveis. É hora de “por fermento” nos seus intentos, que estarão crescendo, como a lua no céu.

Cuidado, no entanto, com a imaturidade. Nossa criança interior estará mais manifesta, então, cuidado com decisões rebeldes ou infantis em excesso.


Lua Cheia – Ovulação – A Mãe


Chegou o arquétipo da Mãe! A mulher em sua plenitude energética!


Neste período temos um aumento da libido (uuui, aproveita!), energia e vitalidade, sendo essa também uma fase boa para interação social, eventos, reuniões, etc., e para celebrar nossas conquistas e os aspectos felizes da nossa vida, além de olhar com clareza e aceitação para os aspectos menos positivos.


Estamos mais espontâneas e abertas para as demandas das outras pessoas, já que a Mãe, no sentido do arquétipo que representa, é isso, né? A que abraça, dá colo, relembra as partes boas da vida. Daí você já sacou a “pegadinha”, certo? Cuidado para não dizer “sim” em demasia. Não seja permissiva demais nem abrace causas e relações que já deveriam ter saído da sua vida.


Lua Minguante – Período Pré-Menstrual – A Anciã


Esta é a temida TPM, quando visitamos o arquétipo da Anciã. Primeiramente: vamos ressignificar essa TPM como Tempo Para Mim ou Tempo Para Meditar? Este não precisa ser um período ruim.


Aqui a gente já pode começar a sentir uma queda de energia, mas temos também bastante capacidade de organização e para fazer avaliações. Tem muita sabedoria querendo se manifestar nessa fase e estamos com uma lente de aumento nas mãos para ver o que nos agrada e o que definitivamente não nos serve.


Se estamos visitando nossa anciã, vamos pensar nas velhinhas que conhecemos: tem aquelas sábias, ao lado das quais amamos sentar para ouvir histórias e receber conselhos. Tem também as rabugentas, reclamonas, que requerem de nós doses especiais de paciência. Isso depende de como elas carregam a história de suas vidas.


Com nosso ciclo lunar interno não é diferente. Nossa anciã vai se manifestar com as características da forma como vivemos nosso ciclo. Você aprendeu com ele ou só está olhando para as dores? Você está feliz com a história que traçou nos últimos dias? Soube internalizar as lições? Isso vai se refletir diretamente na forma como você lidará com este período.


Seja qual for o seu momento, sábia ou rabugenta, se acolha, se ouça e aproveite para limpar o que já não serve, repensar seus desejos, prioridades e necessidades.


Se precisar cuidar dos sintomas físicos, sempre que possível, recorra a massagens, bolsa de água quente no ventre, chá, comida reconfortante.


Se abraça, tá?


Eu ofereço um encontro terapêutico (online ou presencial) para falar melhor sobre isso e te ajudar a identificar os arquétipos em você. Se desejar, me chama para a gente conversar.


fontes de pesquisa: Mandala Lunar, seminários dos Saberes Femininos Aplicados e minha vivência pessoal.